fce_panoramica3.jpg

Terapia Ocupacional

simbolo terapia ocupacional

O Curso de Graduação em Terapia Ocupacional estrutura-se para responder às necessidades de formação, em nível de graduação, de profissional da saúde, da esfera social e educacional, capacitado para atuar em todos os níveis de atenção com visão ampla e global da funcionalidade humana e da interação harmônica dos contextos de vida, saúde e social, com atenção ao cuidado individual e/ou coletivo por meio de instrumentos terapêutico de atuação, próprio dos atos privativos legais dessa profissão.

A prática da Terapia Ocupacional insere-se nas áreas de atenção do Sistema Único de Saúde (SUS), Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e Educação, e remete o profissional desse campo a uma atuação clínica, social e educacional, perpassando desde a atenção básica até os níveis de mais alta complexidade. A atuação desse profissional implica em ações de prevenção, promoção, intervenção, reabilitação e paliação. Sempre integrando num enfoque interdisciplinar e territorial. Dessa forma, o terapeuta ocupacional é preparado para formular, implantar, organizar, monitorar e avaliar políticas, planos, programas, projetos e serviços.

Duração: 8 (oito) semestres, no mínimo, e de 12 (doze), no máximo.

Áreas de Atuação:
O campo de atuação do terapeuta ocupacional da Universidade de Brasília (UnB) – Faculdade de Ceilândia (FCE) é amplo. O terapeuta ocupacional está apto a atuar, pautado em princípios éticos, nos três níveis de atenção à saúde e em diferentes áreas, como: campo social; contextos hospitalares; contexto escolar; gerontologia, saúde da família – saúde criança e do adolescente; saúde do adulto; saúde do idoso; saúde do trabalhador; saúde mental.

Perfil do Egresso / Mercado de Trabalho
O mercado de trabalho vem absorvendo os egressos de Terapia Ocupacional no serviço público, especialmente no Distrito Federal e em Regiões Administrativas, embora haja egressos atuando em diferentes regiões do país. Nestes serviços, observa-se grande inserção em hospitais gerais, hospitais especializados, Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) Transtorno e Álcool e Drogas, Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), presídios e no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O mesmo ocorre em organizações sociais, como na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), e no serviço privado com a atuação em clínicas particulares. Muitos desses egressos são preceptores do Estágio Supervisionado Curricular em Terapia Ocupacional. Pode-se observar também a efetiva participação dos egressos em variados Programas de Residência e Pós-Graduação Latto Sensu e Stricto Sensu.

CONTATO: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

Mural de Publicações

Resultado do Edital de Atividades Complementares após recurso

Retificação do edital de atividades complementares

 Resultado do edital de atividades complementares

Edital de atividades complementares

Calendário de Reuniões do Colegiado de Curso de Terapia Ocupacional e do Núcleo Docente Estruturante

Edital n.º 02/2021 - Fixação de cronograma para pedidos de outorga antecipada dos graduandos do curso de Terapia Ocupacional

Resolução de outorga antecipada de grau do curso de Terapia Ocupacional

Circular 01/2020 sobre as Atividades Remotas do 1° semestre de 2020